6 de julho de 2011

A fé no sobrenatural começa como fé na superioridade dos outros

"A fé no sobrenatural começa como fé na superioridade dos outros"
John Galt (Personagem de Ayn Rand em A Revolta de Atlas)
Pode parecer estranho um blog chamado Cabeça de Crente começar um texto com uma frase desse tipo. Mas já explico o porque dessa frase estar aqui. Essa frase é parte do discurso gigante de John Galt no livro 'A Revolta de Atlas', um livro incrível que estou lendo e que empata com '1984' do George Orwell como melhor distopia política que já li.

Mas papo chato de lado, quando li essa frase a primeira impressão que tive é que a autora é maluca e não faz idéia do que seja fé. Veio na minha cabeça todo o discurso desencadeado por Hebreus 11:1 e fiquei pensando em como uma pessoa pode escrever tamanha bobagem. Mas imediatamente depois parei pra refletir na realidade atual da igreja e percebi que essa afirmação é, infelizmente, pura verdade na vida de alguns.
Todos sabemos que a fé Cristã é baseada na experiência que temos com Deus e no conhecimento que adquirimos dEle através da Bíblia, porém muitas pessoas andam por aí afirmando uma fé em algo que não fazem idéia do que seja. Infelizmente, muitos ditos cristãos tem como base para a sua fé apenas o que ouvem dizer. A falta de conhecimento tem minado a vida de muitas pessoas e com isso vemos as palavras de Oséias 4:6 se tornarem fortes verdades na vida da igreja dos dias de hoje.

São líderes que usam a ignorância do povo a seu favor e povo que se deixa levar por qualquer discurso para não sair do "conforto" da ignorância. Me assustou constatar o quanto muitos perdem por deixar que sua fé se baseie única e simplesmente na confiança cego no que lhe é dito e então se deixam levar aos sabores das idéias dos outros. E me assustou ainda mais perceber que essas pessoas talvez nunca terão uma fé verdadeira, pois não conhecem Aquele no qual sua suposta fé se baseia e deixam que sua vida se torne Isaías 5:13, se deixam levar como cativos da fé dos outros por confiar em sua superioridade e infalibilidade.

Não me entendam mal pensando que estou aqui afirmando que devemos ignorar o conhecimento que nos é passado por pastores e líderes, o que estou dizendo é que minha fé, é que sua fé não deve ser baseada na fé deles e sim no verdadeiro conhecimento dAquele na qual sua fé se baseia.

Não deixe que sua fé seja apenas um reflexo da fé de alguém que você julga superior. se lembre que o véu do templo se rasgou e que agora você tem livre acesso à fonte de sua fé.

Sola Fide,
Dan Martins

6 comentários:

  1. gostei desta colocação e não acho absurdo afirmar que o "povo" realmente gosta de ser iludido, pois assim não terá (o povo) o trabalho de pensar.
    afina; é proibido pensar!
    estamos juntos nesta ideia cabeça de crente.

    ResponderExcluir
  2. Ótima linha de pensamento,friend!

    Este livro parece ser muito bom mesmo.^^
    Ele está menos de trinta reais(os três na saraiva se não me engano)

    Bom, comentando. Acredito que a fé, não deve ser em momento algum, o motivo da décadence (decadência) de noso nosso intelecto. Somos seres pensantes e jamais devemos deixar de executar tal ação.

    Apesar de ser contrário a grande maioria dos conceitos e pre-conceitos religiosos, o blog é muito bom! muito inteligente e amplo, não é adepto ao uso de "viseras" é a fé pela fé.

    Parabéns meu caro!

    www.estantedoconde.com

    ResponderExcluir
  3. "Fé pela fé" é o equivalente moral à frase de John Galt. Quem de vocês REALMENTE conhecem "Aquele no qual sua suposta fé se baseia". Não digo por percepções ou qualquer outro tipo de atributo metafísico, mas por evidência? Não se esqueçam que a magnífica Ayn Rand é (foi) a fundadora do objetivismo, e atéia por princípio. Não tenho intenção de qualquer ataque gratuito, apenas vejo enormes contradições num texto que, realmente, e positivamente, se destaca de 99% do conteúdo "zurrado" pelas massas religiosas que ando vendo e lendo por aí...

    Saudações...

    ResponderExcluir
  4. Washington Urano da Mata8 de janeiro de 2012 18:05

    Li o seu artigo e comprei o livro a Revolta de Atlas, de Ayn Rand. Comecei a ler e estou gostando muito. A Revolta de Atlas já tem mais de cinquenta anos de estrada e mesmo assim sua autora Ayn Rand continua sendo discutida. São três volumes, pela Editora Sextante. Obrigado pelo comentário acima, muito inteligente. O assunto é polêmico, controverso.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Washington,
    Fico feliz em ter incentivado sua leitura. Tenho os volumes da Revolta de Atlas na minha biblioteca e posso afirmar que é um nos meus favoritos. Depois volte aqui pra comentar o que achou dos livros.

    Abraço.

    ResponderExcluir

Mostre o que se passa por sua cabeça. Comente.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...