8 de setembro de 2008

De Fora do Arraial - Adolf Hitler


Essa é uma série de artigos trazendo palavras de personalidades de fora do meio evangélico, mas que são de grande pertinência em nosso meio.

É o que chamo: Gritos de fora do arraial.
Hoje: Adolf Hitler



Lendo o comentário do V. Razum no artigo sobre a igreja e as eleições, me lembrei do que Jesus disse em Lucas 19:40:
“se eles se calarem.. as próprias pedras clamarão”

O V. Razum citou palavras de um dos homens mais odiados na história da humanidade para tecer o retrato de uma realidade que chega a amedrontar, de tão real:

“Invocarei aqui, as palavras de um homem que no ano de 1925 atentou para esse problema, apesar desse homem ser bastante repudiado, suas palavras - nessa questao -, ao meu ver foram sabias.

"É certo que, em todas as épocas, houve indivíduos sem consciência que não tiveram pejo de fazer da religião instrumento de seus interesses políticos (pois é disso que se trata quase sempre e exclusivamente entre esses pulhas). O mais lastimável, porém, é o prejuízo ocasionado pela utilização das convicções religiosas para fins políticos. Não se pode nunca dizer o suficiente contra esses miseráveis exploradores que vêem na religião um instrumento a serviço da sua política, ou melhor, dos seus interesses comerciais. Esses descarados impostores gritam com voz de estertor para que os outros pecadores possam ouvir, em toda parte, a confissão de sua fé, pela qual jamais morrerão, mas com a qual procuram viver melhor. Para conseguirem um êxito de importância na sua carreira são capazes de vender a sua fé; para arranjarem dez cadeiras no parlamento, ou para ganharem uma pasta de ministro são capazes de vender a alma ao Diabo, a menos que este os repila por um resto de decoro."
Adolf Hitler




Assim com o José Barbosa Junior viu o Raul Seixas como uma pedra clamando em seu artigo Tente Outra Vez, vejo nas palavras de Hitler a mesma coisa: pedras clamando porque a igreja se calou...

Até quando discursos de personagens tão torpes, como Hitler, serão mais coerentes que os discursos de alguns que se denominam homens de Deus?
Até quando será necessário ao povo de Deus ouvir as pedras clamarem para enxergarem a verdade?

Em busca de respostas,
Martins

Pingar o BlogBlogs

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mostre o que se passa por sua cabeça. Comente.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...